26.11.19

Educador físico alerta para o risco de lesões nas academias de ginástica ao ar livre

Foto: divulgação

“Avisos com textos e imagens não são suficientes para orientar os usuários sobre o uso adequado dos aparelhos”, ressalta o educador físico Guilherme Valero

Educador físico alerta para o risco de lesões nas academias de ginástica ao ar livre

Com a chegada do verão é comum encontrar mais pessoas se exercitando nas ruas, inclusive, nas academias de ginástica ao ar livre. Normalmente essas academias possuem placas com instruções dos exercícios e os cuidados que devem ser tomados, mas nem sempre as pessoas se atentam a essas informações e começam a usar os aparelhos de forma desordenada, correndo o risco de lesões.

“Qualquer exercício ou movimento realizado de maneira incorreta pode levar a lesões musculares, articulares ou óssea. O ideal é sempre ter um profissional de educação física por perto. Os avisos com textos e imagens, por si só, não são suficientes para tirar as dúvidas e obter melhor aproveitamento de cada aparelho”, alerta o educador físico da academia Bodytech, Guilherme Valero.

Além de lesões, a prática de atividade física sem o devido acompanhamento profissional também pode causar problemas cardiovasculares e, até mesmo, levar a morte.

“O ideal é realizar avaliação médica para conhecer seus limites e restrições, principalmente os idosos cardiopatas e com histórico de doenças como hipertensão, diabetes e colesterol”, orienta o educador.

Outra dica para quem tem o costume de fazer atividade física nas academias de ginástica ao ar livre é sempre alongar antes de começar o treino e realizar exercícios de mobilidade articular, para preparar o corpo. Também é importante usar tênis adequado e roupas leves, que permitam a transpiração.

“O recomendado é treinar no início da manhã e final da tarde, se hidratar bastante e nunca exagerar nas amplitudes e nem na velocidade dos exercícios nos aparelhos”, explica Valero.