26.03.19

Sidão menospreza o Goiás. A culpa é da assessoria?

Foto: divulgação

Sidão menospreza o Goiás. A culpa é da assessoria?

Por: Flavio Cirilo (@flaviociriloba)

A polêmica envolvendo o goleiro Sidão, que classificou a sua ida para o Goiás como uma "descida" na carreira, me fez refletir sobre um dos pilares da Gestão Esportiva, a comunicação. 

Em entrevista a rádio Bandeirantes neste domingo (24), Sidão disse: "Quando saí do São Paulo, fiquei com um pouco de receio por estar vindo para o Goiás porque a gente sonha em jogar em clubes de grande expressão. Não que o Goiás não seja, mas a gente sabe que sair do São Paulo e ir para o Goiás é uma descida, com todo respeito ao Goiás, que fique bem claro", afirmou.

Após o ex-jogador do São Paulo ter dado essa declaração, além de despertar a desconfiança e irritação de parte da torcida do clube alviverde, também atiçou uma chuva de comentários negativos a seu respeito nas redes sociais, atraindo para si um período de crise de imagem.

Nesse contexto, cabe alguns questionamentos a respeito da importância da participação da assessoria de imprensa na carreira de um atleta.

Não que o goleiro Sidão não tenha uma boa assessoria, mas se tem alguém que cuida da sua comunicação, esse alguém, infelizmente, falhou ou não agiu como prega o manual de gestão de imagem, ou seja, não muniu o seu assessorado com informações sobre o clube para o qual iria se apresentar.

Não falou para ele que o Goiás, apesar de não ser tão grande quanto o São Paulo, é um clube que está dando a oportunidade a ele para se manter em evidência na mídia e ativo na sua profissão.

No ambiente de comunicação é preciso prevê e prevenir riscos para não encarar crises.
Pedir desculpas pode até minimizar os impactos negativos para a imagem do jogador, mas a reputação diante dos torcedores nem tanto.

*Jornalista, pós graduando em Gestão Esportiva.