26.03.20

Home Office e equilíbrio da gestão do tempo durante a quarentena

Foto: Crédito da Foto: Divulgação

Coach de produtividade, Eleine Passos, indica métodos e ferramentas que auxiliam no cumprimento de tarefas para o trabalho em casa

Home Office e equilíbrio da gestão do tempo durante a quarentena

Em decorrência do isolamento social para conter a propagação do coronavírus, muitas empresas e profissionais tiveram que adaptar sua rotina de trabalho para dentro de seus lares. Especialista em produtividade, a coach Eleine Passos destaca que, embora comum em algumas áreas, o home office ocasionado pela medida emergencial pegou muita gente de surpresa e trouxe desafios no equilíbrio entre gestão pessoal e profissional. “Muitas famílias estão tendo que se adaptar a uma nova realidade, com todos em casa em tempo integral é preciso estabelecer novas metas, criar hábitos, reconhecer limites e principalmente fazer gestão de si mesmo. Ser produtivo não é fazer mais em menos tempo e sim fazer o que é preciso com qualidade”, alerta a especialista que também destaca os seguintes pontos:

1 – Cuidado com os pensamentos sabotadores

“Não consigo”, “depois eu faço”, “minha família não deixa”, “não consigo ter foco”. Esses são pensamentos limitadores que atrasam e afetam a qualidade das suas atividades. Comece acreditando que pode encontrar soluções, entenda qual é o seu papel neste momento e como pode contribuir. Aproveite o momento para planejar, organizar processos e definir metas.

2 - Planeje o seu dia e crie uma rotina

Liste e determine as prioridades das demandas que precisam ser cumpridas. Defina horário ou turno de realização. É importante fazer o acompanhamento e avaliar o que foi feito ao final de cada dia. Isso ajuda a manter determinação e foco, além de enxergar sabotadores que atrapalham sua produtividade. Atenção: o objetivo aqui não é provocar ansiedade ou estresse, mas distribuir melhor as atividades no seu tempo.

3 - Vista-se para trabalhar e cuide da sua auto-estima

É muito tentador ficar com a roupa de dormir, portanto, tome um banho, coloque uma roupa leve, arrume os cabelos. Isso ajudará o seu psicológico a entrar no “modo trabalhar”, além de contribuir para manter a sua auto-estima.

4 - Defina um local de trabalho

O ideal é que você escolha um local para os dias de home office, que seja mais confortável, mais reservado, de menor circulação e de preferência longe de objetos que podem te distrair como TV e cama. Isso ajuda na sua concentração. Lembre de tomadas e da conexão de internet por perto.

5 – Combine com a família o seu horário de trabalho

Se você não mora só é importante deixar claro para sua família que você não está de férias. Determine o seu horário de trabalho, com as pausas necessárias ao seu ritmo. Para quem tem filhos pequenos há algumas possibilidades como revezar os cuidados com o parceiro ou outro membro da família e criar uma rotina de atividades escolares. “É uma forma de integrar a criança e ajudá-la a compreender que as atividades de estudo e trabalho continuam mesmo dentro de casa para que quando a situação se normalize ela não sinta tanta dificuldade em retomar a rotina”, explica Eleine.

6 - Limite o uso do celular

Cuidado com as distrações. O celular é um excelente aliado nesse momento, mas também pode ser um grande ladrão de tempo. A quantidade de conteúdos compartilhados nas redes sociais aumentou consideravelmente e mais do que nunca pode gerar distrações. “Só na última semana eu fui inserida em 10 novos grupos de whatsapp. Por isso é importante gerenciar o acesso a esse dispositvo. Combine com você mesmo intervalos, tipo de acesso, determine horários para visualizar certos tipos de conteúdo, e se for preciso desconecte ou deixe o aparelho em outro cômodo”, destaca a especialista.

7 – Crie métricas de acompanhamento e mantenha contato com sua equipe

Não basta planejar é importante também acompanhar os resultados. Para empresas e líderes que tem funcionários é aconselhável realizar reuniões online para analisar o funcionamento das demandas e utilizar ferramentas de gerenciamento de atividades. Nesse ponto a tecnologia ajuda e oferece algumas opções de compartilhamento, inclusive gratuitas. Para videoconferências existe o Skype, Hangout, Zoom e para o controle de tarefas o Trello, Todoist e Asana.

8- Reserve um tempo para o cuidado pessoal

Não adianta focar só no trabalho e esquecer dos cuidados pessoais. O equilíbrio é fundamental para ser mais produtivo. A dica aqui é criar e manter os bons hábitos, como fazer atividade física, beber água, ter horário certo para alimentação, reservar tempo para os hobbies e confraternização em família.

9 – Lembre-se que toda crise passa e os aprendizados ficam

Apesar da crise, esse modelo de trabalho pode passar a ser mais bem aceito nas empresas e trazer uma série de benefícios em produtividade como economia de tempo e dinheiro. “A cultura do home office ainda é pequena aqui no Brasil, mas se bem gerida pode ajudar muito, principalmente nas pequenas empresas. Economiza-se com a conta de energia e vale transporte, além do tempo que gasta-se no deslocamento, por exemplo”, conclui Eleine.